DÚVIDAS FREQUENTES

EXISTE ALGUM FINANCIAMENTO ESPECÍFICO PARA ENERGIA SOLAR?

Sim. Confira algumas opções de financiamento disponíveis: 

Banco da Amazônia: O Banco da Amazônia vai começar neste mês a oferecer crédito para pessoas físicas instalarem energia solar em residências da região Norte, por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) Energia Verde, segundo o gerente executivo de pessoas físicas, Misael Moren. No momento, o banco já oferece essa alternativa para empresas e também para o setor rural.Segundo o executivo, o produto terá prazo de até 96 meses para pagamento e, durante os primeiros seis meses, terá incidência apenas dos juros, sem necessidade de pagar a parcela. O financiamento terá o limite de R$ 170 mil e vai cobrir até 70% da compra e instalação dos equipamentos. Os juros variam de 1,14% ao ano + IPCA até 3,27% ao ano + IPCA, a depender da renda bruta do contratante.

Banco do Brasil: Começou a oferecer em julho deste ano um consórcio para a compra e instalação de placas solares em residências. Não cobra juros, mas há uma taxa de administração, que soma 15% no período do consórcio. Para um consórcio de 72 meses, por exemplo, a taxa totaliza 0,21% ao mês.É possível dar um lance para receber o crédito depois de pagar 30% a 40% do valor do financiamento. Existe também a possibilidade de o cliente ser sorteado antecipadamente. O consórcio atende demandas de crédito de até R$ 500 mil, mas a maior parte dos pedidos fica entre R$ 30 mil e R$ 50 mil. A operação pode ser simulada e contratada por meio do aplicativo do Banco do Brasil no celular e é acessível para correntistas e não correntistas.

Banco do Nordeste: Assim como o Banco da Amazônia, o Banco do Nordeste também vai entrar neste segmento neste mês. As taxas de juros e as condições de carência são idênticas às oferecidas pelo Banco da Amazônia: os juros variam de 1,14% ao ano + IPCA até 3,27% ao ano + IPCA. A carência será de seis meses para o pagamento da primeira parcela. O prazo também será de oito anos. Os recursos serão provenientes do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e estarão disponíveis para toda a área de atuação do banco, que inclui os nove estados nordestinos e parte do Espírito Santo e de Minas Gerais.

BNDES: aprovou em junho uma mudança no Programa Fundo Clima para permitir o financiamento a pessoas físicas para a instalação de energia solar. No entanto, apenas 45 dias depois do lançamento do crédito, os recursos do programa se esgotaram. Segundo o BNDES, o programa tem orçamento federal, limitado por lei, e a demanda excedeu as expectativas. No momento, novos pedidos estão “temporariamente suspensos”, e o banco estuda solicitar ao governo mais recursos para atender à demanda, segundo informou o banco por meio de sua assessoria de imprensa.

Santander: Anunciou em agosto o financiamento de equipamentos de energia solar, com juros a partir de 0,99% ao mês. Serão oferecidos R$ 400 milhões em crédito. A taxa de 0,99% ao mês é válida para parcelamentos em até 36 vezes. Para prazos superiores (de até 48 vezes para pessoas físicas), os juros são de 1,08% ao mês.

Bradesco: Trabalha com financiamento para sistemas de energia solar residenciais há um ano, tanto para pessoa física quanto jurídica, mas apenas para correntistas. Os juros ficam entre 1,8% e 1,86% ao mês, conforme o prazo, que pode ser de até 60 meses.

BV: Os financiamentos de energia solar para pessoas físicas da BV, do Banco Votorantim, são feitos por meio do Portal Solar e a SoLigado é uma das empresas que possuem o Selo Portal Solar Verificado e está apta a aceitar o financiamento.

APÓS 25 ANOS DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA O QUE ACONTECE? ELE PARA DE FUNCIONAR OU CONTINUA FUNCIONANDO SÓ QUE PRODUZINDO MENOS ENERGIA?

Após os 25 anos ele continua funcionando. Provavelmente produzindo 20% menos energia do que no primeiro dia que você comprou (a vida útil dos painéis pode chegar a 50 anos se for bem feito) Eles tem uma degradação natural onde eles perdem, em média, 0,7% de sua eficiência por ano. A garantia padrão dos bons fabricantes é de uma perda máxima de 20% em 25 anos.
 

CASO FALTE LUZ NA RUA MEU SISTEMA CONTINUA FUNCIONANDO?

Não. Se o seu sistema estiver conectado na rede elétrica da distribuidora o inversor irá desligar imediatamente e isolar o seu sistema fotovoltaico por uma questão de segurança (Desta forma você evita causar um acidente ou estragar o seu sistema).

Sim. Se você tiver um sistema de energia solar com backup de baterias, off grid ou híbrido.

COMO EU MONITORO A PRODUÇÃO DE ENERGIA DO MEU SISTEMA?

Os inversores ou já vem com o sistema de monitoramento ou são preparados para funcionar juntamente com um equipamento próprio. Assim, você pode ver a produção de energia solar em tempo real de qualquer celular, tablet ou computador em qualquer lugar do mundo! Além disso este sistema vai armazenar as informações de produção dos meses e você poderá comparar quais meses o seu sistema funcionou melhor.

COMO FAÇO PARA SOLICITAR QUE O EXCEDENTE DE ENERGIA PRODUZIDA EM MEU IMÓVEL SEJA TRANSFERIDO PARA OUTRO IMÓVEL ?

É bem simples, sendo que todas as unidades consumidoras deverão ter a mesma titularidade. Basta preencher um formulário próprio, disponibilizado pela concessionária de energia local, e entregá-lo no local de atendimento da concessionária (algumas aceitam o envio através de email). Neste formulário você indicará para qual imóvel deseja transferir os créditos excedentes e, inclusive pode indicar qual porcentagem desses créditos deseja transferir para cada imóvel, caso seja mais de um.

COMO SABER QUAL INVERSOR UTILIZAR EM UM SISTEMA OFF GRID?

Os três parâmetros básicos de um inversor são: potência nominal em Watts (W), tensão de entrada (Vcc) e tensão de saída (Vca). A potência nominal determina a sua capacidade máxima de alimentar aparelhos ou equipamentos por longos períodos, por exemplo um inversor de 1000W pode alimentar diversos aparelhos cuja soma das potências individuais de consumo não excedam 1000W. A tensão de entrada determina o valor de tensão que irá alimentar o inversor, tipicamente 12Vcc ou 24Vcc provenientes de uma bateria.Já a tensão de saída Vca deve ser compatível com a tensão dos aparelhos que ele irá alimentar comumente 127Vca ou 220Vca.

É POSSÍVEL TRANSPORTAR O GERADOR SOLAR CASO MUDE DE ENDEREÇO?

Sim. Os principais equipamentos como módulos, estruturas de fixação, inversores, cabos e sistemas de proteção podem ser removidos e instalados no novo local. No entanto, para sistemas conectados à rede um novo projeto deverá ser submetido a concessionária de distribuição.

O QUE É ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA?

A energia fotovoltaica é aquela na qual a irradiação solar é transformada diretamente em energia elétrica

O QUE É NECESSÁRIO PARA SABER QUAL O GERADOR IDEAL PARA MINHA RESIDÊNCIA?

Para dimensionarmos o gerador ideal para cada necessidade, é necessário saber o consumo médio anual de energia elétrica do imóvel. Essa informação, junto com o tipo de rede e o valor do kW, é extraída da conta de energia. Também será necessário saber o tipo de telhado do imóvel. No caso de geradores off grid, dimensionamos através do consumo de cada aparelho que será ligado e também do tempo de autonomia que será necessário para as baterias.

O QUE É O SISTEMA DE COMPENSAÇÃO DE CRÉDITO DE ENERGIA ELÉTRICA?

É aquele no qual a energia ativa injetada por unidade consumidora com microgeração ou minigeração distribuída é cedida à distribuidora local e posteriormente compensada com o consumo de energia dessa mesma unidade consumidora ou de outra unidade consumidora de mesma titularidade. Ou seja, quando a geração for maior que o consumo, o saldo positivo de energia poderá ser utilizado para abater o consumo em outro imóvel de mesma titularidade ou na fatura do mês subsequente.

Os créditos de energia gerados ficam válidos por 60 meses.

O QUE É UM GERADOR SOLAR HÍBRIDO?

O sistema híbrido é aquele que trabalha conectado à rede elétrica, e que também possui um sistema de armazenamento próprio, através de baterias, e que consequentemente, continua em funcionamento, mesmo com a interrupção do fornecimento de energia pela concessionária.

O QUE É UM GERADOR SOLAR OFF GRID?

O sistema off grid é aquele que instalado em locais onde não há acesso à rede elétrica e funciona com banco de baterias para armazenamento da energia que é produzida e não é utilizada.

O QUE É UM GERADOR SOLAR ON GRID (GRID TIE)?

O sistema on grid é aquele que funciona conectado à rede elétrica. É necessário protocolar um projeto elétrico para homologação junto à concessionária.

QUAIS AS VANTAGENS DE SE INSTALAR UM GERADOR SOLAR?

- A energia solar é renovável, ou seja, nunca acaba.

- É uma energia limpa, ou seja, não gera poluentes para o meio ambiente.

- Tem um baixo custo de manutenção dos equipamentos usados.

- O equipamento pode ser instalado em residências, empresas, chácaras, indústrias...

- É um excelente investimento, com um retorno muito rápido

QUAIS EQUIPAMENTOS COMPÕEM UM GERADOR SOLAR?

O gerador solar é composto basicamente de painéis solares, inversor, conectores, cabos, string box e, no caso dos off grids, baterias e controlador de carga.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE UM INVERSOR DE ONDA SENOIDAL E UM DE ONDA MODIFICADA?

Os inversores senoidais produzem uma forma de onda em sua saída semelhante à da energia fornecida pelas concessionárias de energia. Equipamentos sensíveis como instrumentos de laboratório, equipamentos de precisão entre outros, devem ser alimentados com inversores senoidais. Já os inversores com onda de saída modificada, custam menos, entretanto podem não ser apropriados para serem utilizados com alguns aparelhos. Este inversores podem causar interferência em televisores com tubo de imagem, alguns carregadores de baterias, podem também causar aquecimento em reatores de lâmpadas fluorescentes e motores elétricos.

QUAL ÁREA NECESSÁRIA PARA INSTALAÇÃO DE UM SISTEMA EM MINHA RESIDÊNCIA?

A área utilizada será basicamente no telhado, ocupando cerca de 2mpor painel instalado.

QUAL O TEMPO DE VIDA ÚTIL DE UM GERADOR SOLAR?

O sistema fotovoltaico tem a vida útil de 25 a 30 anos. Os painéis têm garantia de 10 anos contra defeitos de fabricação e 25 anos de até 80% da eficiência. Os inversores têm garantia de 5 a 10 anos, dependendo do fabricante e vida útil de até 15 anos podendo haver necessidade de substituição após esse período.

SERÁ NECESSÁRIA MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS?

A manutenção de um gerador solar fotovoltaico é mínima, consistindo basicamente na limpeza dos painéis solares 1 vez ao ano. Na maioria dos casos, onde os painéis são instalados em telhados inclinados, a própria chuva realiza esse procedimento.

premiumART web sistemas